Ache o que esta procurando aqui

Trabalhadores em educação continuam em greve no município de Jaboatão

. domingo, 28 de junho de 2009
0 comentários

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Jaboatão dos Guararapes (Sinproja) informou neste sábado (27) que continua com o movimento grevista, que já completou quatro semanas.

Entre as principais propostas apresentadas pela categoria está a implantação do piso salarial do magistério, plano de cargos e carreira dos servidores administrativos e concurso público imediato.

Uma assembleia geral deve acontecer nesta segunda-feira (29), no pátio da Prefeitura de Jaboatão, a partir das 9h.

Aulão no Recife prepara feras para o novo modelo do Enem

. sexta-feira, 26 de junho de 2009
0 comentários

Para apresentar o novo modelo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será adotado pelas instituições de ensino superior como método de seleção, o Complexo de Ensino Renato Saraiva, no bairro das Graças, Zona Norte do Recife, realiza neste sábado (27) um aulão para preparar os feras.

A inscrição para o aulão, que será realizado das 8h às 18h, custa dois quilos de alimentos não-perecíveis e pode ser feita no próprio complexo. Todo o alimento arrecadado será doado para a Fundação Lar do Amanhã, no Cabo de Santo Agostinho.

Professores de todas as disciplinas estarão presentes, apresentando os conteúdos da prova e tirando dúvidas dos feras, além de resolverem questões de avaliações anteriores do Enem.

SERVIÇO:

Complexo de Ensino Renato Saraiva
Rua do Cupim, 44, Graças, Recife
Informações: (81) 3221.0446

A campeã do Soletrando "2009" Larissa Oliveira em dia de popstar

. terça-feira, 23 de junho de 2009
0 comentários


Conhecido em todo o estado por sua rigidez e disciplina, ontem o Colégio Militar do Recife (CMR), no bairro do
À tarde, no Palácio do Campo das Princesas, Larissa recebeu os parabéns do governador Eduardo Campos.
Tudo para receber a ilustre aluna Larissa Oliveira, vencedora do concurso Soletrando, patrocinado pelo programa de TV Caldeirão do Huck. A pernambucana de 15 anos chegou escoltada pela produção da TV, por volta das 9h. Cerca de 400 colegas recepcionaram a garota no pátio da escola. Após as solenidades, ela pôde, enfim, sentir todo o carinho dos amigos. A campeã foi ovacionada, distribuiu sorrisos à banda da escola e tirou fotos com alunos de outras classes no ritmo do frevo. Os professores bem que tentaram, em vão, conter as crianças do ensino fundamental que queriam chegar mais perto da nova popstar. O fenômeno Larissa antecipou o feriado de São João no CMR. Simpática mesmo depois da maratona de compromissos enfrentada desde que chegou do Rio de Janeiro, no último domingo, a estudante surgiu com a mesma roupa usada no programa: uma toga e um chapéu de formatura azuis. "Estou muito feliz em poder representar meu estado e minha escola", afirmou a menina, que cursa o 9º ano do ensino fundamental (antiga 8ª série). A garota, que pretende prestar vestibular para medicina ou direito, comentou que não pensa em gastar o dinheiro do prêmio que ganhou tão cedo. "Por enquanto, vou guardar os R$ 90 mil na poupança", disse. É provável que o dinheiro seja empregado em cursos de pós-graduação no Canadá. Além do troféu Monteiro Lobato, dado à campeã, Larissa recebeu um cheque de R$ 100 mil, mas dividiu R$ 10 mil com os outros dois finalistas: Pedro Henrique Machado (CE) e Bruno Roberto Santos, seu conterrâneo radicado no Rio de Janeiro. Deu a cada um R$ 5 mil. Larissa quebrou dois tabus no Soletrando. É mulher e representante da região Nordeste. Foi a melhor entre os mais de 400 mil estudantes que se inscreveram. Para os professores e colegas da menina, no entanto, a conquista do título inédito não chega a ser surpresa. "Desde que entrou na escola, em 2006, ela coleciona notas acima de oito em todas as disciplinas", comentou a professora de português Sílvia Karini Rodrigues, que acompanhou Larissa nas etapas do Rio de Janeiro. Neste bimestre, entretanto, no boletim estão presentes notas "baixas" como 7,5. "Precisei faltar por conta do concurso", justificou-se. A preparação para a competição consumiu, desde novembro, três tardes da jovem, que estuda de manhã, por semana.
A campeã nacional de soletração iniciou os estudos no Colégio Recanto. Na 4ª série, fez o primeiro teste para o Colégio Militar. Não passou. Um ano depois, atingiu seu objetivo e precisou repetir a 5ª série, já que as vagas para o CMR são abertas a partir do primeiro ano do ensino fundamental 2. "Valeu a pena. O ensino aqui é muito bom", garantiu a mãe, Alana Oliveira. O pai de Larissa, o engenheiro agrônomo Manoel Oliveira, foi seu maior incentivador. "Achei que ela tinha condições de participar do concurso e insisti.
Agora Larissa vai servir de exemplo para os colegas", comemorou Manoel, natural da cidade de São José do Egito. Passado o estresse da competição, no próximo mês Larissa embarca para uma temporada de 15 dias na Disney, seu presente atrasado de 15 anos. O bom resultado no concurso nacional rendeu a Larissa Oliveira um encontro ontem à tarde com o governador Eduardo Campos. "Todos os pernambucanos gostariam de cumprimentá-la como estou fazendo.
As conquistas na educação e no esporte são muito importantes. Não apenas pela vitória, mas porque ela mostrou que sabe ganhar e também compartilhar, quando decidiu doar parte do prêmio aos outros dois finalistas", elogiou o governador. Ele prometeu enviar na próxima quinta-feira livros de autores pernambucanos para a estudante. "Espero despertar ainda mais o gosto que ela tem pela leitura", explicou Eduardo. (Mirella Marques)

Novas regras do MEC muda mestrado profissional para criar mais vagas

.
0 comentários

Para tentar incentivar a criação de mais mestrados profissionais no País, o Ministério da Educação publica nesta terça-feira (23) uma portaria estabelecendo novas regras para o credenciamento e a avaliação desses cursos. Atualmente, esses mestrados são voltados para profissionais do mercado, mas não despertam muito interesse das universidades, especialmente as públicas. A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (Capes) fará uma avaliação especial dos mestrados profissionais, levando em conta suas especificidades.
O governo quer atrair instituições que tenham boas especializações para que elas sejam transformadas em mestrados profissionais. Em 2007, último dado disponível na Capes, o número de alunos matriculados em mestrado profissional era de 7.638, ante 84.358 estudantes em mestrado.
As mudanças na avaliação incluem, por exemplo, a admissão de professores que não tenham mestrado ou doutorado, mas possuam expertise reconhecida na área em que vão ensinar. Hoje, em um mestrado acadêmico todos os professores precisam ter doutorado.
Os detalhes dos requisitos de avaliação ainda não estão todos prontos, mas a Capes trabalha com a possibilidade de que algo entre 40% e 50% dos professores dos mestrados profissionais sejam do mercado. E os demais, apesar de serem titulados, terão de ter experiência profissional na área do curso.
“Acredito que muitas instituições não têm interesse nos mestrados profissionais porque eles seriam avaliados pelos mesmos padrões dos cursos acadêmicos. Havia o temor da nota baixa”, avalia o ministro da Educação, Fernando Haddad.
A forma de avaliação dos alunos também deverá ser mais variada. Em vez da tradicional dissertação, o estudante poderá apresentar um artigo ou projetos. Um edital será lançado em breve para chamar instituições de ensino superior que planejam transformar suas especializações em mestrados ou as que pretendem criar novos cursos.
Uma das intenções com a ampliação dos mestrados profissionais é facilitar o cumprimento da meta do Plano Nacional de Pós-Graduação de formar 16 mil doutores por ano até 2010. Atualmente, o País ainda forma pouco mais de 10 mil ao ano.
Fonte: AE

Prefeitura Carnaubeira da Penha

. segunda-feira, 22 de junho de 2009
0 comentários

111 vagas até R$ 1500,00
Vários Cargos
1º 2º 3º Grau
Incrição até : 10/07/2009
Acesse Já : http://www.asperhs.com.br/

Prefeitura de Cachoeirinha

.
0 comentários

7 vagas até R$ 465,00
Agente Comunitário de Saúde
1º Grau
Reaberto até 25/06/2009

Acesse Já:http://www.comede.com.br/site/

Ato Público

.
0 comentários

Passeata para reinvidicações Sintepe

.
0 comentários

Curso mídias na educação Inscrições poderão ser feitas a partir do dia 1º de julho

. sábado, 20 de junho de 2009
0 comentários


Com a proposta de debater o papel das diferentes mídias - TV e vídeo, informática, rádio e material impresso - e integrá-las ao Projeto Pedagógico da escola, a secretaria de Educação (SE) abriu 200 vagas para o Mídias na Educação. O curso, que faz parte do programa de formação continuada a distância, é promovido pelo Ministério da Educação (MEC), e conta com o apoio da Universidade Rural Federal de Pernambuco (UFRPE).

Os professores da rede interessados em participar da formação terão de 1° a 20 de julho para efetuarem suas inscrições, que devem ser feitas através do site: www.ead.ufrpe.br/midias.

A seleção dos candidatos será realizada por comissão formada pela Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE e os resultados serão divulgados neste site e no Diário Oficial a partir de 10 de agosto de 2009.

O curso está estruturado em três ciclos com certificações específicas: Básico com 120 horas de duração e certificação em Extensão; Intermediário com 180 horas de duração e certificação em Aperfeiçoamento; e Avançado com 360 horas de duração e certificação em Especialização. O Curso será ministrado pela Universidade Federal Rural de Pernambuco-UFRPE e terá início previsto para setembro/2009.

Comunicado

Josué de Castro inscrições podem ser feitas até 10 de julho

.
0 comentários

Nascido no Recife, o médico e cientista Josué de Castro, dedicou seu tempo e talento ao estudo das causas da fome e da miséria no Brasil e no mundo. Para desenvolver em escolas públicas estaduais projetos que resgatem o pensamento desse cientista, a secretaria de Educação (SE), em parceria com o Centro de Estudos e Pesquisas Josué de Castro, abre inscrições para a seleção de propostas pedagógicas sobre o Centenário de Josué de Castro - Vida e Obra.

Os professores interessados em participar da seleção devem encaminhar, até dia 10 de julho, suas propostas pedagógicas para o endereço: Proposta Pedagógica Josué de Castro / Secretaria Executiva de Desenvolvimento da Educação – GEIF: Rua Siqueira Campos, 304 – 2º andar – CEP 500010 – 010 – Santo Antonio – Recife – PE. A parceria irá atender estudantes da 8ª série do Ensino Fundamental e 2 º ano do Ensino Médio. O resultado da seleção será divulgado neste site, a partir do dia 15 de julho de 2009. Mais detalhes da seleção no link abaixo.

Ao todo serão selecionados 10 trabalhos que, além de contarem com o apoio do Centro Josué de Castro para o desenvolvimento dos mesmos nas escolas, ainda poderão ter suas atividades expostas em conjunto com a exposição do Centro Josué de Castro no Seminário na própria escola – O Dia Josué de Castro. ‘Esses trabalhos também podem ser expostos no Seminário Internacional que será realizado no Centro Josué de Castro em setembro de 2009, além de terem seus textos publicados nos Anais do Seminário Internacional, que serão distribuídos às escolas participantes’, acrescenta a gerente de Políticas de Educação Infantil e Ensino Fundamental, Zélia Porto.

Regulamento

Número de inscritos no Enem chega perto de 1 milhão

.
0 comentários

Antes de acabar a primeira semana de inscrições, o número de estudantes que se inscreveram para participar do novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é de quase 1 milhão. Desde o início das inscrições, na segunda-feira (15), até as 17h30 desta sexta-feira (19), já foram feitas 924 mil inscrições. O prazo termina dia 17 de julho.

Neste ano, o exame servirá como forma de ingresso em pelo menos 40 das 55 universidades federais, substituindo total ou parcialmente o processo seletivo dessas instituições. As inscrições do Enem são feitas exclusivamente pela internet. A expectativa do Ministério da Educação (MEC) é chegar a 7 milhões de participantes.

Segundo o Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela prova, o sistema de inscrições recebeu acessos de 64 países, incluindo Vietnã, Arábia Saudita, África do Sul, Índia, Grécia e Cuba.

São Paulo foi o estado que registrou, até agora, o maior número de inscritos (193 mil), seguido de Minas Gerais (89 mil), da Bahia (81 mil), do Rio de Janeiro (73 mil) e de Pernambuco (58 mil).

Os alunos de escolas públicas estão isentos da taxa de inscrição. Já os que estudam na rede privada devem imprimir o boleto e pagar a taxa de R$ 35 em qualquer agência bancária. O Enem 2009 será aplicado em 1.619 municípios nos dias 3 e 4 de outubro, às 13h, com 180 questões de múltipla escolha.

Mais informações podem ser obtidas no site do Inep.

Fonte: Agência Brasil

Pesquisa indica que há 99,3% de preconceito no ambiente escolar

. sexta-feira, 19 de junho de 2009
0 comentários

Pesquisa realizada em 501 escolas públicas de todo o país, baseada em entrevistas com mais de 18,5 mil alunos, pais e mães, diretores, professores e funcionários, revelou que 99,3% dessas pessoas demonstram algum tipo de preconceito étnico-racial, socioeconômico, com relação a portadores de necessidades especiais, gênero, geração, orientação sexual ou territorial. O estudo, divulgado nesta quarta-feira (17), em São Paulo, e pioneiro no Brasil, foi realizado com o objetivo de dar subsídios para a criação de ações que transformem a escola em um ambiente de promoção da diversidade e do respeito às diferenças.

De acordo com a pesquisa Preconceito e Discriminação no Ambiente Escolar, realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) a pedido do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 96,5% dos entrevistados têm preconceito com relação a portadores de necessidades especiais, 94,2% têm preconceito étnico-racial, 93,5% de gênero, 91% de geração, 87,5% socioeconômico, 87,3% com relação à orientação sexual e 75,95% têm preconceito territorial.

Segundo o coordenador do trabalho, José Afonso Mazzon, professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP), a pesquisa conclui que as escolas são ambientes onde o preconceito é bastante disseminado entre todos os atores. “Não existe alguém que tenha preconceito em relação a uma área e não tenha em relação a outra. A maior parte das pessoas tem de três a cinco áreas de preconceito. O fato de todo indivíduo ser preconceituoso é generalizada e preocupante”, disse.

Com relação à intensidade do preconceito, o estudo avaliou que 38,2% têm mais preconceito com relação ao gênero e que isso parte do homem com relação à mulher. Com relação à geração (idade), 37,9% têm preconceito principalmente com relação aos idosos. A intensidade da atitude preconceituosa chega a 32,4% quando se trata de portadores de necessidades especiais e fica em 26,1% com relação à orientação sexual, 25,1% quando se trata de diferença socioeconômica, 22,9% étnico-racial e 20,65% territorial.

O estudo indica ainda que 99,9% dos entrevistados desejam manter distância de algum grupo social. Os deficientes mentais são os que sofrem maior preconceito com 98,9% das pessoas com algum nível de distância social, seguido pelos homossexuais com 98,9%, ciganos (97,3%), deficientes físicos (96,2%), índios (95,3%), pobres (94,9%), moradores da periferia ou de favelas (94,6%), moradores da área rural (91,1%) e negros (90,9%).

De acordo com o diretor de Estudos e Acompanhamentos da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad) do Ministério da Educação (MEC), Daniel Chimenez, o resultado desse estudo será analisado detalhadamente uma vez que o MEC já demonstrou preocupação com o tema e com a necessidade de melhorar o ambiente escolar e de ampliar ações de respeito à diversidade.

“No MEC já existem iniciativas nesse sentido [de respeito à diversidade], o que precisa é melhorar, aprofundar, alargar esse tipo de abordagem, talvez até para a criação de um possível curso de ambiente escolar que reflita todas essas temáticas em uma abordagem integrada”, disse.

Fonte: Agência Brasil


Progroma Chapéu de Palha

. quarta-feira, 17 de junho de 2009
0 comentários

Cinco mil canavieiros residentes em 52 municípios, da Mata Norte, atendidos pelo Programa Chapéu de Palha começam a estudar a partir desta quarta-feira (17). Já na área da fruticultura irrigada, onde o Programa foi lançado este ano, as aulas começam a partir do dia 25 e vão beneficiar mais sete mil agricultores de sete municípios do Sertão. Ao todo, a SE investirá 2,9 milhões para assegurar aulas para 17.522 jovens e adultos de 59 municípios localizados nessas duas regiões.

As aulas de alfabetização ou aperfeiçoamento da leitura e escrita ocorrem sempre no período da entressafra, quando os trabalhadores rurais cruzam os braços por falta de trabalho. Durante três meses, são quatro horas de aula por dia, para jovens e adultos que recebem R$ 232,50, mensalmente, como ajuda de custo.

No Sertão, além do curso de aperfeiçoamento do processo de leitura e escrita, eles também terão duas horas voltadas aos cursos de doces, confeitaria, horticultura e artesanato que serão ministrados pela secretaria da Juventude e Emprego. Neste caso, o investimento da SE será de R$ 1,1 milhão.

'Com a ação, espera-se proporcionar a qualificação social e profissional dos estudantes', disse Antônio Albert da Silva, coordenador do Programa Chapéu de Palha na secretaria de Educação, ao destacar que, a iniciativa melhora a qualidade de vida dos estudantes e os coloca no mercado de trabalho.

Retrospectiva – Em três anos, mais de 30 mil alunos passaram ou estão passando por um curso de letramento oferecido pela secretaria de Educação (SE). O programa, lançado em 1989 pelo ex-governador, Miguel Arraes, foi reeditado em 2007, com o objetivo de desenvolver ações voltadas para a área de geração de renda, reforço alimentar, capacitação e melhoria da qualidade de vida da população afetada, especialmente nas áreas de educação, saúde, cidadania, habitação, infraestrutura e meio ambiente.

Os participantes recebem uma bolsa de até R$ 232,50, ou seja, 50% do valor do salário mínimo. 'Agora, caso o estudante já receba alguma ajuda de custo do governo, o Chapéu de Palha só complementa o valor', explica Albert, ao exemplificar o Programa Bolsa Família, do Governo Federal. 'Aqueles que já são beneficiados recebem apenas o complemento do Chapéu de Palha', conclui.

Ato da Região Metropolitana

. segunda-feira, 15 de junho de 2009
0 comentários


Pela valorização do seviço público

.
0 comentários

Encontra-se em tramitação na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei Complementar (PLC 92/2007) que permite à União, aos Estados e aos Municípios criar fundações estatais de direito privado em áreas essenciais como educação, saúde, previdência, assistência social e ciência e tecnologia.Pelo PLC 92, as fundações poderão ser tanto públicas quanto privadas e atenderem diretamente ao governo.
Sabemos o quanto é preciso melhorar a gestão pública, em todos os setores. Mas o aperfeiçoamento desse sistema deve ser uma iniciativa do próprio poder público, pois acreditamos que delegar tais funções ao setor privado pode colocar em risco a eficiência dos serviços oferecidos à população. Defendemos, sim, maior flexibilização na gestão pública, porém com responsabilidade e por meio da preservação e da valorização dos serviços e dos servidores que os prestam.
Precisamos nos mobilizar para impedir que a matéria seja aprovada pelos parlamentares pois ela está na contramão do fortalecimento do Estado Brasileiro. Não podemos conceber a aprovação de um sistema que transfere para o setor privado as responsabilidades dos cargos do servidor e do gestor público, principalmente em um governo tão preocupado com a justiça social e o bem estar da população.
Fonte: CNTE

Mini cursos acontecem entre os dias 20 e 24 de julho no FIG

.
0 comentários

A listagem com o nome dos candidatos selecionados para os mini cursos, a serem ministrados durante o Festival de Inverno de Garanhuns, foi divulgada na sexta-feira (12) pela secretaria de Educação. Os cursos serão ministrados entre os dias 20 e 24 de julho nas áreas de dança, teatro, música, literatura e artes visuais. A seleção foi destinada aos professores e técnicos da educação básica da Rede Estadual de Ensino. O FIG acontece de 16 a 24 de julho.Os candidatos selecionados serão convocados posteriormente pela secretaria Executiva de Desenvolvimento da Educação (SEDE), através da Gerência de Políticas de Educação Infantil e Ensino Fundamental, para os procedimentos de efetivação aos mini cursos. O professor ou técnico responsável pelo mini curso selecionado receberá por hora aula ministrada conforme a titulação e legislação vigente, além de ajuda de custo para cobrir as despesas com hospedagem durante a realização dos mesmos.Lista

Abertas três mil vagas para o curso Direito à Memória e à Verdade

.
0 comentários

Professores da rede e técnicos da educação interessados em participar de uma formação sobre a história do Brasil durante a ditadura militar, já podem se inscrever no curso Direito à Memória e à Verdade, desenvolvido pela Ágere Cooperação em Advocacy e com o apoio das secretarias Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República e de Educação do Estado de Pernambuco (SE). Ao todos são 3 mil vagas e as inscrições podem ser feitas através do site www.direitomemoria.org.br, que também fornece todas as informações do curso. A formação é gratuita e beneficiará, preferencialmente, professores de história, sociologia e filosofia, além de áreas como língua portuguesa e literatura.O curso será ministrado via internet e terá a duração de 4 meses (de junho a setembro de 2009). Ao todo serão 60 horas de aula onde os participantes contarão com auxilio da tutoria. Para complementar o estudo do conteúdo também estão à disposição textos de pesquisa, vídeos, chats e fóruns de discussão que estimulam a auto-aprendizagem, desenvolvimento de pensamento crítico, atitudes e valores. O curso surgiu a partir do projeto Direito à Memória e à Verdade da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República que iniciou em 29 de agosto de 2006 com o objetivo de recuperar e divulgar o que aconteceu no período da ditadura no Brasil, 1964 – 1985. São registros de um passado marcado pela violência e por violações de direitos humanos e disponibilizar esse conhecimento é fundamental para o País construir instrumentos eficazes e garantir que esse passado não se repita mais.

Formação beneficiará 130 docentes das Escolas de Referência

.
0 comentários

A secretaria de Educação do Estado capacitou mais de 130 professores das Escolas Referência em Ensino Médio para o ensino da Língua Portuguesa, Sociologia e Filosofia. A formação integra as atividades das três disciplinas e objetiva aliar a Língua Portuguesa ao estudo da Sociologia e aos questionamentos filosóficos.Os docentes do Programa de Educação Integral estiveram reunidos no último sábado (13) para vivenciar formação continuada, ministrada pela professora Flávia Suassuna. “É importante que a escola garanta ao aluno não só o acesso às normas gramaticais, mas também o acesso ao conteúdo”, afirma Flávia Suassuna.A proposta é gerar estratégias de leituras e interpretação de textos, por meio da diversidade textual presente na sociedade, utilizando a leitura como instrumento motivador da produção de novas escritas. Através de discussões, os estudantes formulam novos escritos. “No exercício da leitura, os estudantes precisam ler-se e inserir-se no texto”, afirma a professora. Os docentes seguem para as 103 unidades de referência espalhadas do Litoral ao Sertão do estado para implementar esta nova proposta voltada para as Escolas de Referência. “Precisamos proporcionar aos nossos jovens o diferencial: torná-los íntimos de disciplinas como Sociologia e Filosofia para que possam desenvolver a criticidade”, afirma o gerente geral do Integral, professor Paulo Dutra.

Mais de 100 mil inscritos no 1º dia do ENEM

.
0 comentários

No primeiro dia de inscrição do novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 107 mil estudantes se habilitaram a fazer a prova. O número foi registrado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) das 8h, quando foram abertas as inscrições, até às 16h45 desta segunda-feira (15).
Em 2009, o exame servirá como forma de ingresso para pelo menos 37 das 55 universidades federais. O processo de inscrição será feito exclusivamente pela internet até as 23h59 do dia 17 de julho. Segundo o Inep, a expectativa é chegar a sete milhões de participantes. Na edição 2008, quatro milhões de estudantes se inscreveram para o exame.
São Paulo foi estado que registrou até agora o maior número de inscritos (23 mil), seguido da Bahia (11 mil), de Minas Gerais (nove mil), do Rio de Janeiro (oito mil) e de Pernambuco (sete mil).
Os alunos de escolas públicas estão isentos da taxa de inscrição. Já os que estudam na rede privada devem imprimir o boleto e pagar a taxa de R$ 35 em qualquer agência bancária.
Além de passaporte para ingresso em universidades federais, a partir deste ano o Enem também vai valer para a certificação de conclusão do ensino médio. Para os alunos que estão fora da rede, o Enem vai substituir o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), cujo objetivo era avaliar as competências básicas de jovens e adultos que não tiveram acesso ao ensino regular na idade adequada.
O Enem 2009 será aplicado em 1.619 municípios nos dias 3 e 4 de outubro, às 13h, com 180 questões de múltipla escolha. Mais informações no site do Inep.
Fonte: Agência Brasil

Educação em Pernambuco em estado de greve

.
0 comentários

Assembleia lota quadra do IEP e aprova continuidade das paralisações nos próximos dias e assembleia para 06 de julho, às 9horas, no mesmo local.Esta semana pararam as regiões de Petrolina, Salgueiro, Araripina, Garanhuns, São José do Egito, Caruaru, Floresta e Arcoverde. Atos foram bem significativos e mostrou a disposição de luta dos trabalhadores em educação de Pernambuco. As próximas ações devemos aumentar a pressão para obter resposta da nossa pauta de reivindicação. Dia 15/06 será a vez de Palmares, Barreiros, Vitória, Nazaré da Mata e Limoeiro. E dia 16/06 – Recife e Região Metropolitana.

Novo Enem a toda prova

.
0 comentários

Pelo menos seis milhões de brasileiros devem participar do novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), segundo estimativas do Ministério da Educação (MEC). As inscrições começam esta segunda (15) e as provas serão em outubro. Para facilitar a vida dos estudantes, o Jornal do Commercio explica, neste caderno especial, as mudanças do exame, como o fera deve fazer para se inscrever e quais os conteúdos que merecem ser revisados. Traz também detalhes de como as universidades públicas de Pernambuco aproveitarão a nota da avaliação em seus vestibulares. Em todo o País, 41 das 55 federais adotarão o Enem de alguma forma em seu processo seletivo. Os textos são de Margarida Azevedo e Cláudia Vasconcelos.Nos dia 3 e 4 de outubro, estudantes de todo o Brasil farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), avaliação criada pelo Ministério da Educação (MEC) em 1998 para verificar como está a formação dos jovens que terminam a última etapa da educação básica. Qualquer pessoa pode fazer as provas. Basta se inscrever, de hoje até o dia 17 de julho, no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do MEC responsável pela avaliação. A taxa é R$ 35, paga em qualquer agência bancária. Alunos matriculados no 3º ano de escola pública fazem o exame gratuitamente. Todos precisam dispor de CPF para efetuar a inscrição. Somente com o número desse documento o estudante terá como acessar pela internet o resultado do exame.

Incrições Para O Enem já começam dia 15/06 segunda Feira

.
0 comentários

Começam amanhã as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A prova pode ser feita por qualquer pessoa. Basta entrar no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do Ministério da Educação responsável pela avaliação. Nos dias 3 e 4 de outubro, estudantes de todo o País farão o teste. Amanhã, o Jornal do Commercio publica um caderno especial explicando as mudanças no exame, como fazer para se inscrever e quais os conteúdos que merecem ser revisados pelos alunos, além de informações de como as universidades públicas de Pernambuco vão aproveitar a nota da avaliação.Para os estudantes do 3º ano do ensino médio de escolas públicas ou particulares e para os que já concluíram a educação básica em anos anteriores, as inscrições serão feitas das 8h de amanhã até as 23h59 do dia 17 de julho. As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, pelo endereço http://enem.inep.gov.br/inscricao. Depois de acessar o site, os estudantes deverão seguir os seguintes procedimentos: preencher o cadastro de inscrição, enviar os dados e verificar se a transferência foi concretizada, mediante confirmação por mensagem de retorno, que será enviada para o e-mail informado no cadastro de inscrição. O concluinte do ensino médio da escola pública deverá imprimir o comprovante. A taxa é de R$ 35, porém alunos do 3º ano de escolas públicas não pagam para fazer o exame. O aluno do 3º ano de escola privada deverá imprimir o boleto para efetuar o pagamento em qualquer agência bancária, ou solicitar isenção da taxa.
Os que já finalizaram o ensino médio em anos anteriores seguirão o mesmo procedimento. Os comprovantes de inscrição dos participantes estarão disponíveis, após sua efetivação, no mesmo endereço eletrônico. O inscrito também receberá um cartão de confirmação de inscrição, enviado para o endereço indicado no ato do cadastramento. Caso o interessado não receba o seu cartão até o dia 25 de setembro, o candidato deve entrar em contato com o Programa Fala Brasil, pelo telefone 0800-616161 ou através da página http://enem.inep.gov.br/consulta.
A novidade deste ano é o aproveitamento do exame em substituição parcial ou total aos vestibulares das principais universidades federais do País.
O Enem será aplicado em 1.826 cidades. Em Pernambuco, a prova acontecerá em 82 municípios e no Arquipélago de Fernando de Noronha.
Para auxiliar os estudantes do 3º ano, a Estácio Ensino Superior oferece curso intensivo para o Enem. As inscrições, que custam R$ 20, deverão ser feitas de 25 de maio a 8 de agosto de 2009, pelo endereço www.estacio.br/extensao ou nas unidades. As aulas telepresenciais serão oferecidas nos dias 8, 15, 22 e 29 de agosto e 26 de setembro, das 9h às 13h.

Mais escolas federais do Estado vão adotar Enem

. sexta-feira, 12 de junho de 2009
0 comentários

O recém-criado Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), que reúne o antigo Cefet-PE e as escolas agrotécnicas federais de Vitória, Barreiros (Zona da Mata) e Belo Jardim (Agreste), usará a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) combinada com a nota do seu vestibular. A média final do candidato será composta por 30% da nota do exame e 70% da nota do vestibular. A mudança vale para os cinco cursos tecnólogos e dois superiores. A novidade foi anunciada ontem pelo reitor do IFPE, Sérgio Gaudêncio.

Ele informou que o instituto deve usar a nota do Enem, em 2010, também para selecionar os candidatos aos cursos subsequentes (para quem já tem o ensino médio e faz apenas a formação técnica). Outra mudança será a adoção, a partir do próximo ano, do vestibular seriado.

Os alunos do 1º ano do ensino médio farão uma prova em 2010. Quando estiverem no 2º ano, em 2011, passarão por outro teste e no ano seguinte (2012), responderão à terceira prova. No final, será calculada uma média para que o candidato dispute parte das vagas da instituição.

“Entendemos que o vestibular seriado é mais justo, pois o estudante não define seu futuro acadêmico em apenas uma prova”, justifica Gaudêncio. Segundo o reitor, a nota do Enem para os cursos tecnólogos e superiores será a média final, incluindo o desempenho do candidato nas quatro áreas do exame (linguagens, matemática, ciências naturais e ciências da natureza) e na redação. O vestibular realizado pelo IFPE deixa de ter redação.

Antes de decidir pelas mudanças, a reitoria do instituto se reuniu com os grêmios estudantis e diretórios acadêmicos.

RESERVA DE VAGAS


Desde o ano passado, metade das vagas do vestibular do Cefet-PE é reservada para alunos oriundos da rede pública de ensino. Conforme Gaudêncio, a regra está mantida, mesmo com a mudança para instituto. O concurso teve, ainda como Cefet-PE, 4.029 candidatos para os cursos tecnólogos e superiores.

Os cinco tecnólogos são no câmpus do Recife: design, gestão ambiental, radiologia, gestão de turismo e análise e desenvolvimento de sistemas. Há também o bacharelado em engenharia de produção civil. No câmpus de Pesqueira, o curso superior é a licenciatura em matemática. Atualmente, há cerca de 750 alunos matriculados nesses cursos. No Estado, a UFPE usará o Enem como primeira fase do vestibular. Na Rural e na Univasf o exame substituirá integralmente o vestibular. As inscrições para o Enem começam na próxima segunda-feira.

Antigo Cefet-PE também vai usar nota do Enem

.
0 comentários

O recém-criado Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), que reúne o antigo Cefet-PE e as escolas agrotécnicas federais de Vitória, Barreiros (Zona da Mata) e Belo Jardim (Agreste), usará a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) combinada com a nota do seu vestibular.

A média final do candidato será composta por 30% da nota do exame e 70% da nota do vestibular. A mudança vale para os cinco cursos tecnólogos e dois superiores. A novidade foi anunciada nesta quinta-feira pelo reitor do IFPE, Sérgio Gaudêncio.

Ele informou que o instituto deve usar a nota do Enem, em 2010, também para selecionar os candidatos aos cursos subsequentes (para quem já tem o ensino médio e faz apenas a formação técnica). Outra mudança será a adoção, a partir do próximo ano, do vestibular seriado.

Os alunos do 1º ano do ensino médio farão uma prova em 2010. Quando estiverem no 2º ano, em 2011, passarão por outro teste e no ano seguinte (2012), responderão à terceira prova. No final, será calculada uma média para que o candidato dispute parte das vagas da instituição.

Professores estaduais de Pernambuco adiam decisão sobre greve

.
0 comentários

Professores da rede estadual adiaram para 6 de julho a decisão de deflagrar ou não greve. Em assembleia realizada na tarde desta quinta, na quadra do Instituto de Educação de Pernambuco (IEP), em Santo Amaro, área central do Recife, a categoria preferiu terminar o semestre letivo no próximo dia 19 e deixar a decisão pela paralisação ou não para o retorno do recesso escolar. O estado de greve foi mantido. Mais de mil docentes participaram da reunião.

Os mestres reivindicam reajuste do Piso Salarial Nacional. Segundo a lei que regulamenta o piso, o governo estadual deveria ter aumentado os salários da categoria em 19,2%, percentual aplicado ao custo aluno anual do Fundo de Desenvolvimento da Educação (Fundeb).

Palestra aborda inovação da educação em sala de aula

.
0 comentários

Estão abertas as inscrições para a palestra Aula-show, ou show de aula? Para sua aula não virar uma rotina. A abordagem será a inovação, o entretenimento e a dinamicidade que os educadores podem aderir para melhorar o processo de aprendizagem dos alunos.

A palestra, realizada pela SL Consultoria e Treinamento, é voltada para gestores, educadores, estudantes e as pessoas interessadas no assunto e está marcada para o dia 22 de julho.

O conteúdo será ministrado pela professora Alexandra Melo, especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela Escuela Psicopedagógica de Buenos Aires- Argentina.

Período para aquisição de notebook termina na sexta-feira (19)

.
0 comentários


Até agora, 26.367 docentes da rede estadual já escolheram e receberam os seus notebooks através do Programa Professor Conectado, criado pelo Governo de Pernambuco para promover a inclusão digital dos profissionais e o uso da tecnologia a serviço da Educação. Dos 26.559 docentes efetivos, apenas 192 ainda não requisitaram sua máquina. Eles têm até a próxima sexta-feira (19) para acessar o Portal do Servidor (www.portaldoservidor.pe.gov.br) e escolher uma das 19 soluções tecnológicas.

O período de aquisição começou em 22 de dezembro, quando os professores receberam bônus de R$ 2.300,00 do Governo de Pernambuco no contracheque. Em menos de um mês, mais de 15 mil docentes já haviam escolhido seus notebooks, ou seja, mais de 50% do total de beneficiados. “Esse balanço é um indicativo de que estamos implantando medidas que atendem aos anseios dos nossos professores e que estamos no caminho certo no sentido de valorizar os profissionais da educação” ressaltou o secretário Danilo Cabral.

A professora Josélia já é usuária da internet, mas ainda não tinha um computador portátil. ‘Utilizo esse meio virtual como uma grande fonte de informação e com o notebook o meu trabalho de planejamento das aulas e de projetos educacionais será ainda mais facilitado. Poderei levar para qualquer lugar e utilizar a qualquer tempo’, disse ela, considerando ainda que esse benefício terá reflexo na aprendizagem do estudante, que contará com professores mais dinâmicos e atualizados.

Ao todo, 20 fornecedores se credenciaram junto a Agência de Tecnologia da Informação (ATI), Dois foram suspensos e dez permanecem ativos. As máquinas têm uma configuração mínima: 2 Gb de RAM, 80 Gb de HD, teclado no padrão ABNT, placa de rede, leitor/gravador de DVD e índice de performance Sysmark Overall de 170 para garantir a execução adequada dos softwares que deverão também ser instalados obrigatoriamente. São eles: Licença do Sistema Operacional Windows XP ou Vista PPP; licença dos softwares Educandus; Enciclopédia Digital Multimídia UNO; e Dicionário Houaiss Eletrônico.

Secretaria de educação pernambucana apóia campanha e divulga ação nas escolas da rede

.
0 comentários

No Rio de Janeiro o pular amarelinha se chama “pular academia”. Na Bahia “pular macaca”, no Rio Grande do Sul é “pular sapata”, em Minas é “pular maré”, e aqui em Pernambuco, como deve ser chamada essa brincadeira? A pergunta quem faz é a Folhinha, suplemento da Folha de São Paulo, que lançou a campanha Mapa do Brincar. A idéia é descobrir como andam se divertido os meninos e meninas de todo o Brasil e quais são as denominações e formas de cada região ou estado para diversas brincadeiras.

A secretaria de Educação (SE) apóia a campanha divulgando em suas unidades de ensino. A proposta é incentivar a participação dos alunos da rede. Para fazer parte dessa campanha, o estudante com até 12 anos de idade, precisa enviar, até o dia 3 de julho, para o endereço - al. Barão de Limeira, 425, 4º andar, CEP: 01202-900, São Paulo (SP), por e-mail: mapadobrincar@uol.com.br ou pelo blog da Folhinha: blogdafolhinha.folha.blog.uol.com.br, contando como são suas brincadeiras favoritas. No texto tem que conter as regras e o nome da brincadeira, mesmo que ela já exista em outra cidade. O regulamento e a ficha de inscrição estão no blog da Folhinha.

O resultado da campanha será divulgado no dia 3 de outubro na Folhinha. E após a análise, os participantes além de terem seus nomes divulgados junto com a sua brincadeira. E se a brincadeira descrita for interessante, os repórteres da Folhinha poderão fazer uma visita e aprender de perto como é que se brinca. A instituição com maior número de trabalhos inscritos ganhará uma assinatura semestral da Folha de São Paulo.

Entre as brincadeiras permitidas na campanha estão: Amarelinha (ou academia, avião, macaca, sapata); Bolinha de gude; De construir (avião, barco, boneca, carro, casinha e outros); De pegar; De esconder; De faz-de-conta; De palmas; De pular corda; De roda (cantadas); Elástico; Fórmulas de escolha (tipo

MEC lança ambiente virtual com dois modelos de provas

. domingo, 7 de junho de 2009
0 comentários

O Ministério da Educação lança na segunda-feira, 8, um ambiente virtual com todas as informações sobre a Prova Brasil. Estarão disponíveis dois modelos de provas: um deles para os alunos da 4ª série (5º ano) do ensino fundamental e o outro para os estudantes da 8ª série (9º ano). Os testes de matemática e de língua portuguesa têm a mesma estrutura e as características da Prova Brasil. Além disso, estarão disponíveis vídeos, matrizes das provas, questões comentadas, tira-dúvidas e espaços específicos para gestores, pais e professores.

Data – A Prova Brasil 2009 será aplicada em todo o país entre os dias 19 e 30 de outubro. Participam todos os estudantes da 4ª série (5º ano) e da 8ª série (9º ano) do ensino fundamental das escolas com mais de 20 alunos na série. Atendem a esta marca – 20 alunos ou mais – 58.730 escolas públicas urbanas e rurais.

Metade dos alunos ainda estão no modelo antigo do Ensino Fundamental

. sábado, 6 de junho de 2009
0 comentários

Em 2010, termina o prazo para adaptação das escolas ao novo ensino fundamental de nove anos de duração. Uma lei de 2005 antecipou a entrada das criança na escola. Antes, o ensino era obrigatório dos 7 aos 14 anos (da 1ª a 8ª série). A nova faixa etária vai dos 6 aos 14 anos (do 1° ao 9° ano). Mas dados do Ministério da Educação (MEC) apontam que, no ano passado, 48% dos estudantes (15 milhões) ainda estavam matriculados no modelo antigo.

Apesar do atraso, a secretária de Educação Básica do MEC, Maria do Pilar Lacerda, acredita que será possível cumprir a lei dentro do prazo. Segundo ela, muitas redes estão implantando o modelo este ano. “Grande parte já implementou. Até abril, era 800 o número de municípios que não tinham implantado o ensino fundamental de 9 anos em nenhuma escola, ou seja, menos de 20% do total”, disse em entrevista à Agência Brasil.

Segundo Pilar, os principais problemas enfrentados pelas secretarias de educação são de infraestrutura. O MEC dá apoio técnico e financeiro aos municípios que detectam a deficiência. Em algumas grandes cidades, falta espaço para ampliar escolas.

Ceará, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Tocantins têm os melhores resultados: de 95% a 99% das matrículas já estavam no novo modelo em 2008. Já o Amapá, Paraná, Roraima e Pará tem menos de 15% dos alunos no ensino fundamental de 9 anos.

O presidente da União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Carlos Eduardo Sanches, também aposta que a mudança será feita a tempo, mas destaca que alguns estados estão enfrentando dificuldades. "Precisamos aumentar a nossa rede física e o número de professores. Essas demandas fizeram com que o processo não fosse tão ágil. Trabalhamos com gestão pública e sabemos que essas mudanças não são feitas nos trâmites da lei de uma forma muito rápida”, justificou.

Pilar ressalta que as redes precisam replanejar seus currículos e o projetos pedagógicos para receberem as crianças. “É um momento importante para a criança porque elas serão introduzidas ao mundo escolar”, diz. O principal objetivo da mudança é preparar o aluno para alfabetização e assim garantir um maior sucesso escolar.

A experiência funciona bem na Escola Classe 5 do Cruzeiro, região administrativa de Brasília. Desde 2008, ela oferece o novo ensino fundamental. “O processo de ensino aprendizagem é muito mais rápido e com certeza tem muito mais sucesso do que aquele que se inicia aos 7 anos. Quando as crianças chegam ao 2° ano, ou seja, a antiga 1ª série, é apenas a continuidade do trabalho”, explica a diretora Luciana Grazziotti.

O ensino fundamental de nove anos, segundo Pilar, é uma das principais estratégias para garantir a meta do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), que determina que toda criança deve estar plenamente alfabetizada até os 8 anos. O aluno do 1° ano não tem a obrigação de terminar a série alfabetizado, mas precisa ser introduzido no mundo da leitura.

No colégio em Brasília, os alunos do 1° ano ingressam no mundo escolar por meio de atividades interativas, jogos e rodas de leitura. “Fazemos o possível para que o aluno saia lendo e escrevendo, sem esquecer de respeitar a idade da criança. Com essa antecipação, damos oportunidade principalmente às crianças de camadas menos favorecidas, porque uma criança de classe média ser alfabetizada aos 6 anos não é uma novidade”, ressalta a professora Kátia Porto, responsável pela turma do 1° ano na escola.

Luciana e Kátia defendem que as crianças de 7 anos colocadas diretamente no processo de alfabetização têm dificuldades porque não foram estimuladas. “Quando o aluno entra aos 7 anos, às vezes chega muito cru. Alguns sequer sabem como segurar um lápis e aí o professor tem que fazer todo esse trabalho”, conta Luciana.

Sanches, da Undime, aposta que o modelo pode amenizar antigos problemas da rede pública, como a repetência. “O ensino fundamental de nove anos surgiu dentro da perspectiva de que tenhamos um tempo maior para alfabetizar melhor cada criança. Assim você garante o sucesso escolar, evita a repetência, diminuir a distorção idade-serie, enfim, enfrenta uma série de problemas que temos hoje”, avalia.

Lula libera mais R$ 2,2 bi para Ministério da Educação

.
0 comentários

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta sexta-feira (5) cinco decretos liberando créditos suplementares superiores a R$ 3 bilhões para 20 ministérios e outros órgãos públicos e para transferências de recursos a Estados e municípios. O mais beneficiado foi o Ministério da Educação, ao qual foram destinados cerca de R$ 2,2 bilhões.

Desse total, o presidente destinou, em um único decreto, R$ 1 041 bilhão ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) nos Estados do Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Rondônia e Amazonas.

De um segundo decreto, que liberou R$ 1,947 bilhão, a maior parte - cerca de R$ 1,2 bilhão - destina-se também ao Ministério da Educação. Este decreto beneficia ainda os ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; Minas e Energia; Trabalho; Saúde; Transportes; Comunicações; Cultura; Meio Ambiente; Planejamento, Orçamento e Gestão; Defesa; Integração Nacional; e Cidades.

Segundo reitor, UPE não pretende eliminar vestibular seriado nos próximos anos

.
0 comentários

O reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), Carlos Calado, afimou nesta sexta-feira (5) que a instituição pretende fortalecer o seu modelo de vestibular seriado mesmo que o Enem seja adotado para a seleção dos próximos anos. Ele ressaltou que a posição é uma sinalização e ainda não é oficial.

Os alunos que iniciaram o processo do vestibular seriado no ano passado farão, este ano, a segunda etapa. Também realizarão as provas os alunos que estão começando o ensino médio este ano. A partir de 2011, 20% das vagas para ingresso nas graduações da universidade serão para os aprovados no vestibular seriado enquanto as demais ficam para o modelo tradicional.

LEIA MAIS:

» Inscrições para isenção em vestibular da UPE começam nesta segunda (8)
» UPE inicia obras de ampliação dos câmpus
» UPE usará conteúdo do Enem em teste este ano

Carlos Calado destacou que teria sido preciptado da parte da universidade adotar o Enem para o vestibular deste ano. Ele também criticou a postura do Ministério da Educação (MEC) no que diz respeito ao diálogo com as universidades estaduais. "As políticas públicas do MEC vêm dialogando quase que exclusivamente com o sistema federal, deixando as universidades estaduais à margem. Este ano a relação vem melhorando, mas nós temos sido chamados muito mais no sentido de adesão do que de construção da idéia", afirmou.

De acordo com o reitor, a universidade só deverá decidir definitivamente se adota ou não o Enem para o vestibular tradicional no primeiro semestre de 2010, depois de avaliar o resultado dos processos das Federais. Para este ano, a UPE já decidiu adotar o mesmo conteúdo exigido pelo Exame.

Credtodos inicia seleção de 80 novos promotores de crédito

.
0 comentários


Estudantes da rede estadual de ensino de 75 municípios pernambucanos participam, nesta sexta-feira (5), das 8h30 às 13h, na Perpart, no Recife, um processo seletivo para contratação de 80 novos promotores de créditos que atuarão no Credtodos, programa de microcrédito fácil da Perpart (Pernambuco Participações e Investimentos S/A) em parceria com o Banco do Nordeste. Ao todo, serão realizadas quatro seleções em Recife (5/6), Caruaru (12/06), Serra Talhada (17/06) e Santa Maria da Boa Vista (19/06).

Setenta e cinco novos municípios serão contemplados com o programa. Atualmente, 20 cidades da Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata, Agreste e Sertão já possuem promotores capacitados para a realização do empréstimo. Após esta seleção, o número total de estagiários contratados chegará a 100, patamar planejado no início do projeto. Os novos promotores já iniciam as atividades na primeira semana de julho.

Iniciado em janeiro de 2008, o Programa Credtodos atende pessoas que tenham alguma atividade produtiva e/ou que trabalhem no setor informal. Os micro empresários podem obter empréstimos que variam de R$ 100 a R$ 10 mil, com uma taxa de juros de 1,95%. O pagamento pode ser realizado em até seis vezes. Para ter direito a participar do programa, o interessado precisa reunir um grupo de amigos que more ou tenha alguma atividade comercial na mesma região. A liberação do dinheiro é rápida e sem burocracia, até sete dias após a formação do grupo e a visita do assessor do Banco do Nordeste para análise do negócio e avaliação do empreendimento.

O programa estabelece inicialmente um promotor de crédito para cada município. Porém, algumas dessas cidades, como Recife, Olinda e Caruaru, possuem uma dimensão territorial muito grande sobrecarregando dessa forma o trabalho de um único profissional. Pensando nisso, a coordenação do Credtodos decidiu em comum acordo com os diretores do Banco do Nordeste ampliar o número de profissionais nos municípios do Recife, Jaboatão dos Guararapes, Caruaru, Olinda e Paulista.

Além do incremento na economia local desses municípios, o Credtodos ainda capacita e promove a inclusão de jovens da rede pública de ensino no mercado de trabalho. Todos os jovens que participarão da seleção foram indicados pela Secretaria de Educação. Para participar do processo seletivo os alunos precisam ter mais de 16 anos e estarem matriculados no Ensino Médio. Dois jovens são indicados por municípios. O critério de escolha adotado pela Secretaria de Educação é a frequência, nota e o relacionamento do candidato com os demais alunos e funcionários do colégio onde estuda. Os aprovados recebem uma bolsa de R$ 200 e R$ 77 para deslocamento com transporte.

Professores de Jaboatão podem deflagrar greve

. terça-feira, 2 de junho de 2009
0 comentários

Professores da rede municial de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, estão em reunião na tarde desta terça-feira (2), na escola Visconde de Suassuna, em Piedade. Os docentes decidem se irão deflagrar greve. A principal reivindicação é o cumprimento do piso nacional da categoria, que é de R$ 1.132.
A Secretaria de Educação do município informa que está realizando estudos para avaliar a possibilidade de atender a solicitação.
No Recife, os professores aceitaram, nessa segunda (1º), proposta da prefeitura de implantar o piso a partir do mês de julho, além de um reajuste de 21% nos vencimentos, pondo fim à paralisação que teve início no último dia 26.

Professor particular está em greve

.
0 comentários

Professores da rede particular de ensino deflagraram, nessa segunda (1º), greve por tempo indeterminado. A categoria promete, a partir desta terça (2), realizar piquetes na frente das escolas que estiverem furando a paralisação. Já os profissionais da rede municipal do Recife, em greve desde terça-feira passada, encerraram o movimento após negociação com a prefeitura. Na quarta (3), os docentes das escolas particulares realizam outra assembleia, no Sindicato dos Bancários, na Boa Vista, área central, para avaliar os rumos do movimento. Ontem, após passeata pelas ruas do centro, donos de escolas e professores participaram da primeira rodada de negociação na superintendência da Delegacia Regional do Trabalho (DRT), no Espinheiro, Zona Norte. A rede particular tem 500 mil alunos e conta com 2,4 mil escolas.
O diretor-executivo do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Pernambuco (Sinepe), Arnaldo Mendonça, informou que aceitou manter as férias de julho. A proposta inicial era transferir as férias para janeiro, em razão da proximidade do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em outubro. Outro ponto discutido foi o reajuste salarial. Os grevistas pedem 12%. “Só temos condições de chegar até 6%. Não há como mexer nisso. É muito difícil”, declarou Arnaldo.
No fim da tarde, o diretor de Comunicação do Sindicato dos Professores da Rede Particular, Gabriel Pimenta, informou que a categoria permanece mobilizada até a nova assembleia. “Amanhã (hoje), vamos às escolas para fazer com que mais professores participem do movimento.”
Arnaldo Mendonça assegurou que grande parte das escolas vai funcionar. “Existem mais de 25 mil professores na rede. Eles fizeram assembleia e só foram 600. Não existe essa mobilização toda.” Ele afirmou que a categoria se precipitou. “Não faz sentido deflagrar o movimento se temos reuniões marcadas”, informou.

Professores do Estado realizam paralisação de 24 horas nesta segunda

. segunda-feira, 1 de junho de 2009
0 comentários

Os trabalhadores em educação do Estado de Pernambuco realizam paralisação de 24 horas nesta segunda-feira (1º de junho). Após assembleia realizada pela manhã na quadra do Complexo IEP, em Santo Amaro, área central do Recife, a categoria seguirá em passeata até o Palácio do Governo para cobrar o início do processo de negociação da pauta da campanha salarial deste ano.

Os servidores reivindicam a implantação integral do piso nacional dos professores. Os docentes da rede estadual recebem o piso desde setembro do ano passado, mas o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) denuncia que o governo não reajustou o valor.

“A lei do piso diz que todo mês de janeiro o salário tem que ser reajustado de acordo com o mesmo percentual do custo aluno-qualidade, que foi de 19,2%”, afirmou o presidente do sindicato e um dos diretores da CNTE, Heleno Araújo. A entidade reclama também que os docentes têm direito a um terço da carga da horária para planejamento das atividades, o que não está ocorrendo.

A Secretaria Estadual de Educação informou que “todos os professores efetivos do Estado em início de carreira, com 200 horas/aula e licenciatura plena tiveram suas remunerações reajustadas de R$ 777,60 para R$ 1.016.”

Estados e municípios devem elaborar plano de carreira para professores até dezembro

.
0 comentários

Até 31 de dezembro de 2009, estados e municípios devem elaborar planos de carreira para professores e profissionais da educação básica da rede pública. Nesta sexta-feira (29), o Conselho Nacional de Educação (CNE) publicou as diretrizes para esse planos. A lei que estabeleceu o piso nacional do magistério já previa essa exigência.

O plano de carreira deve incluir questões como a progressão funcional, a formação inicial e continuada, o processo de escolha de diretores das escolas e o número máximo de alunos por turma. Um plano de carreira bem estruturado é apontado por especialistas em educação como fator determinante para atrair bons profissionais para a carreira.

Governadores e prefeitos devem enviar os projetos às assembléias legislativas e câmara de vereadores. O Ministério da Educação (MEC) recomendou que pais, professores e a comunidade participem das discussões sobre o plano. A resolução do CNE está disponível no Diário Oficial da União.

Fonte: Agência Brasil

Mais de 700 escolas da rede estadual conseguiram elevar seus indicadores educacionais

.
0 comentários

O governador Eduardo Campos e o secretário de Educação Danilo Cabral apresentaram o resultado do IDEPE (Índice de Desenvolvimento da Educação de Pernambuco) nesta quinta-feira (28), no Palácio das Princesas. Os números revelam que 782 unidades conseguiram elevar seus índices educacionais. Dessas, 477 – 51,3% - atingiram suas metas em pelo menos 50% e vão receber o Bônus de Desempenho Educacional (BDE). O benefício será pago a 18. 570 servidores a partir do próximo mês e os dados de cada escola estarão disponíveis neste site, a partir da primeira semana de junho.

O valor do BDE terá como base o salário de início de carreira do servidor e será pago proporcional ao desempenho conquistado pela unidade de ensino em relação a sua meta. O Governo disponibilizou R$ 28,8 milhões para o pagamento do bônus. A meta de cada unidade de ensino foi pactuada, individualmente, no ano passado, através de um Termo de Compromisso assinado pela secretaria de Educação e a gestão escolar.

“Nós não fizemos só essa avaliação para as escolas dos Estados. Fizemos também para os municípios. Melhoramos a questão do transporte escolar, estamos disponibilizando todas as unidades de capacitação do nosso professorado, estamos fazendo um esforço de voltar aos municípios os espaços que o Estado ocupou para que eles possam ampliar, inclusive, o número de matrículas”, ressaltou o governador Eduardo Campos.

Das 477 unidades que vão receber o incentivo, 244 cumpriram um intervalo percentual de 51% a 99% da sua meta; e 233 alcançaram 100% do índice que foi pactuado e os seus servidores terão direito ao BDE integralmente. O servidor que tem dois vínculos pode receber o bônus pelas duas escolas, caso as mesmas tenham alcançado as metas em pelo menos 50% do que foi pactuado.

Em números gerais, o IDEPE de Pernambuco ficou em 3,7 para as séries iniciais do ensino fundamental; 2,7 para as séries finais e 2,6 para o ensino médio. Comparado com o IDEB 2007, o Estado elevou sua média em 0,2 nos dois ciclos do ensino fundamental e caiu 0,1 no ensino médio. “O resultado reflete uma tendência nacional. O Governo Federal demonstra uma preocupação com ensino médio, implantando e incentivando políticas direcionadas a esses jovens, como o aumento da jornada de aula, por exemplo”, disse a secretária executiva de gestão, Margareth Zaponi.

De acordo com o secretário de Educação de Pernambuco, Danilo Cabral, “os resultados do IDEPE apontam um desempenho significativo por parte das escolas”. Cabral lembrou que o mecanismo de premiação não tem o objetivo de criar nenhuma competição na rede. “É um importante instrumento de avaliação que permite um maior e melhor acompanhamento da vida escolar dos alunos para que eles aprendam os conteúdos na idade certa, pois apesar dos avanços ainda temos muito a melhorar, principalmente no que se refere às escolas que não alcançaram as metas”, concluiu.

Plano Nacional beneficiará mais de 25 mil docentes pernambucanos da rede estadual

.
0 comentários

O Ministério da Educação (MEC), em parceria com as secretarias estaduais e municipais da área de 21 estados, dá um importante passo para reduzir o déficit histórico de professores que lecionam disciplinas como língua portuguesa, matemática, física e química, mas não possuem formação na área ou sequer graduação em nível superior. Para isso lançou, na quinta-feira (28) em Brasília, o Plano Nacional de Formação de Professores com a presença do presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, do ministro Fernando Haddad e do governador Eduardo Campos, representando os governadores desses 21 estados.

A iniciativa integra o Plano de Desenvolvimento da Educação e tem a meta de, até 2011, oferecer formação em pedagogia e diversas licenciaturas para 331 mil professores das redes públicas de todo o Brasil em 722 pólos, dos quais 555 já estão em funcionamento e outros 167 serão implantados. Ao todo, 25.182 profissionais pernambucanos vão ser beneficiados. Do total 13.634 cursos serão ministrados na modalidade presencial e 11.548 a distância. As aulas serão ministradas em 24 pólos da Universidade Aberta do Brasil (UAB), 11 deles já funcionam nas universidades e em espaços cedidos pelos municípios. A secretaria de Educação vai implantar outros 13 pólos, preferencialmente, adaptando espaços nas escolas estaduais.

Em Pernambuco foram definidos três tipos de formação. A graduação em Licenciatura Especial em Pedagogia que vai beneficiar 12.672 docentes que atuam nos anos iniciais do Fundamental e não possuem nível superior. A Complementação da Formação para 2.945 professores graduados em diversas áreas, mas que não são licenciados, e a Segunda Licenciatura que vai promover a formação continuada de 9.565 profissionais que possuem licenciatura, mas atuam em área diferente de sua formação.

“Comprometemos 30% do orçamento do Estado na Educação na convicção de que esta será a mais importante obra do nosso Governo, que será inaugurada daqui a 10, 20, 30 anos, quando esta moçada que hoje frequenta nossas escolas vai construir um Brasil ainda melhor do que o de hoje”, disse o governador Eduardo Campos durante a solenidade.

A identificação dessa demanda inicial e a forma de atendimento foram consolidadas no Plano de Formação de Professores da Educação Básica de Pernambuco, elaborado pela SE em parceria com órgãos como Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), União Nacional dos Dirigentes Municipais em Educação (Undime), União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme), Conselho Estadual de Educação (CEE), Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe).

As Instituições de Ensino Superior do Estado que vão ofertar os cursos – Universidade Federal (UFPE), Federal Rural (UFRPE), de Pernambuco (UPE), do Vale do São Francisco (UNIVASF) e Instituto Federal de PE (IFPE) – também participaram do processo de discussão.

Além das iniciativas em parceria com o MEC, o governo de Pernambuco desenvolve o Programa de Formação e Valorização do Professor que promove formação continuada e a profissionalização docente. Em 2007 e 2008, mais de 50 mil profissionais foram beneficiados com oportunidades de formação continuada. Em convênio com oito Instituições de Ensino Superior do Estado, a secretaria de Educação investiu R$ 6 milhões para disponibilizar 2.833 vagas em 26 cursos de especialização Latu Senso e 12 cursos de atualização.

Meu Perfil

Minha foto
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco, Brazil
Tenho 15 salas e comporto cerca de 2011 alunos,com turmas que vão dos 6ºAno do ensino Fundamental à 3º série do ensino Médio,Trabalho com projetos como: travessia e Escola Aberta pára nossos alunos e a comunidade, ou seja, formamos uma família e tanto.

Comentários Recentes

Arquivo

Equipe Gestora

  • Maria de Lurdes
  • Aliete Ferreira
  • Rilda Soares

Professores "Exatas"

  • André Ricardo
  • Andréia Kátia
  • Cibele Ollegário
  • Dione Figueira
  • Edilson
  • Edmo Soares
  • Ernani Joaquim
  • Fernando Correia
  • Inaldo Xavier
  • Josilane Rodrigues
  • Juranildo
  • Maria Betânia
  • Maria dos Prazeres
  • Marineide de Araújo
  • Maviael Frazão
  • Simone Barbosa
  • Vamberto Sérgio

Professores "Humanas"

  • Adriana Domingos
  • Aguinaldo
  • Aliene Maria
  • Aliete Ferreira
  • Aliete Santos
  • Ana Cristina
  • Ana Paula
  • Antonio Haleyson
  • Cláudia Coelho
  • Denis
  • Dione Maciel
  • Dênio David
  • Ediel Marques
  • Edna Veloso
  • Emanuel marinho
  • Euclides Barros
  • Feliciano
  • Helen
  • Janaína Carla
  • Jocemar Aládio
  • Josefa Suzana
  • Josiane Francisca
  • José Alberto
  • joão Júlio
  • Lindalva Ferreira
  • Luciana Gabriela
  • Mabel Batista
  • Maria de Fátima
  • Maria Guedes
  • Mércia Izabel
  • Odilene Izidoro
  • Sintia Maria
  • Ueudja
  • Vanessa
  • Wellington da Silva

Professores "Travessia"

  • Ademir
  • Alexandre
  • Andréa Ferreira
  • Helenilda
  • Karina Rogéria
  • Kátia Cristina
  • Luiz Gonzaga
  • Maria dos Prazeres
  • Maria Jose
  • Maria Ubirailza
  • Moema Estelita
  • Patricia
  • Rozana Barbosa
  • Simone barbosa